7 Arte Angolana Pelo Mundo


junho 03, 2020

“Ar Condicionado” em festival on-line

A longa-metragem de ficção angolana “Ar Condicionado” é um dos mais de 100 filmes seleccionado para o festival on-line “We Are One: A Global Film Festival”, uma iniciativa do Tribeca Film Festival em parceria com o YouTube e os festivais internacionais de cinema Sundance, Cannes, Toronto e Roterdão.

Com realização de Fradique e com produção da Geração 80, a estreia do filme, escrito, produzido, filmado e editado integralmente em Angola, acontece no sábado, às 16h45 (horário de Angola). Com acesso gratuito em todo o mundo, o festival decorre durante dez dias e pode ser visto no "link" www.youtube.com/weareone. “Ar Condicionado” fica disponível gratuitamente durante sete dias.

O filme conta a história de Matacedo e Zezinha, um guarda e uma empregada doméstica, que trabalham no mesmo prédio, no centro de Luanda, onde os aparelhos de ar condicionado começam misteriosamente a cair e os dois têm a missão de recuperar o aparelho do chefe. A missão acaba por levá-los à loja de materiais eléctricos semi-abandonada do kota Mino, que montava, em segredo, uma complexa máquina tecnológica de recuperar memórias.

Num momento em que o mundo atravessa uma situação de confinamento, o festival junta filmes de vários realizadores seleccionados por curadores com objectivo de fornecer entretenimento para as pessoas de todo o mundo sem qualquer custo, imergindo o público em histórias e dando voz aos cineastas num cenário global. A programação do festival inclui longas e curtas-metragens de ficção, documentários, música, comédia e debates.

Durante o festival, o público poderá fazer doações para o combate à Covid-19, e todas as receitas angariadas serão reencaminhadas para a Organização Mundial da Saúde – OMS e para várias instituições locais em todo o mundo.

Filme “Kmêdeus”

O filme cabo-verdiano “Kmêdeus” está entre os mais de 100 a serem exibidos no “We Are One: A Global Film Festival”, de 29 de Maio a 7 de Junho, na página de YouTube do evento. A informação foi avançada pela produtora Kriolscope na sua página no Facebook e confirmada pela Inforpress no site da organização deste evento que se juntou a 20 festivais do mundo para exibir filmes gratuitamente pelo YouTube.

“Festivais como o Festival de Roterdão, onde "Kmêdeus" teve sua estreia, Cannes, Tribeca, New York Film Festival, entre outros, juntaram-se para partilhar uma colectânea cinematográfica de todos os festivais juntos, e "Kmêdeus" vai também estar presente”, lê-se na página do Kriolscope.

Na programação estão filmes que representam 35 países e inclui 23 narrativas e oito documentários, 57 narrativas e 15 documentários, 15 conversas arquivadas, quatro exclusividades de festivais e cinco programas de VR peças. O festival inclui 13 estreias mundiais, 31 estreias on-line e cinco estreias “on-line” internacionais.

O filme “Kmêdeus”, do realizador cabo-verdiano Nuno Miranda e produzido por Pedro Soulé, que teve estreia mundial em Janeiro no Festival Internacional de Cinema de Roterdão, Países Baixos, conta a história intrigante de um misterioso excêntrico sem-tecto chamado Kmêdeus, que vivia na ilha de São Vicente, em Cabo Verde.

Fonte: Jornal de Angola

Comentários(0)

Log in to comment