A magia por detrás do fogo-de-artifício.

Julho 08, 2019 - 317 vizualizações

Muitas pessoas costumam celebrar datas comemorativas, como revellion, Carnavais ou mesmos datas como Dia da Independência, entre outras, usando fogos de artifícios. Muita gente não sabe exactamente como funciona a magia e como suas incríveis cores se espalham pelo céu. Ao serem lançados, um espetaculo exuberante um pouco distante do arco-íris de cores se forma bem diante de nossos olhos.

            Uma mistura de cores como o vermelho, laranja, amarelo, verde, azul e roxo dão forma há cascatas brilhantes e uma infinidade de outros formatos, que fazem todos curvarem suas cabeças para cima e admirá-las. Mas você saberia dizer ao certo o que cria esse conjunto de cores? Tantas respostas poderão surgir em sua cabeça e nunca a mais simples ora veja, a química. Todas as cores que vemos quando os fogos de artifícios explodem são criadas pelo uso de sais metálicos.

             Os sais metálicos são bastante usados em fogos-de-artifício. Sua composição é formada por carbonato de estrôncio, para os fogos-de-artifício vermelhos,  cloreto de cálcio, fogos-de-artifício laranjas, nitrato de sódio, fogos-de-artifício amarelos, cloreto de bário, fogos-de-artifício verdes e cloreto de cobre fogos-de-artifício azuis. E para produzir os fogos-de-artifício roxos, é necessário fazer uma mistura de dois compostos químicos, o estrôncio e o cobre.

            Esses sais metálicos são embalados em bolas do tamanho de uma ameixa chamadas de "estrelas" e quando acendemos o fusível do lado de fora dos tubos grossos dos fogos-de-artifício, a chama acende a carga de sustentação, que é uma bolsa de pó preto explosivo, confinado em um espaço do dispositivo. Isso faz com que as estrelas dentro de uma cápsula sejam catapultadas no ar, podendo chegar a até 300 metros de altura. 

por Irina Ngueve

Comentários(0)

Log in to comment