Sector terciário domina oferta de emprego na província do Huambo


Julho 05, 2019 - 37 vizualizações

O facto foi dado a conhecer hoje, sexta-feira, pela responsável local do Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional (INEFOP), Domingas Lourdes Mundombe, afirmando que, apesar da desfavorável conjuntura macro-económica que o país vive, desde 2015, este sector contínua em crescimento.

Acrescentou que o mesmo engloba as actividades de prestação de serviços diversos, comércio de produtos, hotelaria e turismo.

Informou que, entre Janeiro a Junho deste ano, o INEFOP recebeu, de empresas privadas, 952 ofertas de emprego, mais 382 que em igual período anterior, resultando na empregabilidade de 821 cidadãos, que reuniram os requisitos exigidos, contra os 564 dos primeiros seis meses de 2018.

De acordo ainda com Domingas Lourdes Mundombe, houve, nestes primeiros seis meses, um ligeiro aumento no número de cidadãos que recorreu ao INEFOP em busca de emprego, passando de mil e 546 no primeiro semestre de 2018 para mil e 574.

Disse que maior parte dos que procuram emprego são jovens, entre os 18 aos 35 anos de idade, com ensino médio ou superior concluído e que nunca tinham sido empregados, lamentando, porém, que alguns deles por não terem formação profissional encontram dificuldades de colocação no mercado de trabalho.

De 2015 a 2018, segundo a responsável do INEFOP na província do Huambo, os sectores secundário e terciário ofereceram três mil e 459 postos de trabalho, preenchidos por quase dois mil e 560 cidadãos com o perfil definido pelas entidades empregadoras. Neste mesmo período, sete e 993 cidadãos remeteram suas candidaturas de emprego.

Comentários(0)

Log in to comment