Ramaphosa reconhece estagnação económica


fevereiro 14, 2020

No seu discurso sobre o Estado da nação, o Presidente da África do Sul, Cyril Ramaphosa reconheceu ontem, que a economia do país está estagnada após 25 anos de governação do Congresso Nacional Africano (ANC).

Ao começar o discurso, prestou homenagem ao ex-Presidente sul-africano Nelson Mandela. Pois o seu país comemora esta semana o 30.º aniversário da libertação de Mandela da prisão.

O presidente afirmou que a economia não cresce a um ritmo significativo há mais de uma década, e que enquanto empregos estão a ser criados a taxa de desemprego está a acentuar-se.

Referiu ainda, que ações críticas estão a ser tomadas este ano para construir um Estado capaz e colocar a sua economia no caminho da recuperação. E garantiu que neste ano, resolverão o que é fundamental, assim como buscarão áreas críticas de crescimento.

Comentários(0)

Log in to comment