Novo comandante para o União 10 de Dezembro


agosto 18, 2020

O grupo carnavalesco União 10 de Dezembro do município da Maianga já tem um novo líder, que substituiu o “histórico comandante” Pedro Vidal, falecido no passado mês de Junho, vítima de doença, em Luanda.

Bernardo Vidal, de 30 anos, um dos filhos do malogrado que já tem sido preparado ao longo dos anos, assumiu o “manto” do pai, disse ontem, o presidente do grupo, Francisco Pimentel “kota Chico”. “Filho de peixe é peixe”, disse, para justificar a escolha consensual do integrantes do grupo, pelo excelente trabalho demonstrado pelo novo comandante, nos últimos tempos em prol do crescimento do União 10 de Dezembro.

Para Francisco Pimentel, a escolha não constituiu nenhuma surpresa e já era esperada, porque o “jovem já estava a seguir as pegadas do pai e a ser observado pela direcção do grupo com alguma antecedência”.

Embora reconheça não ser uma tarefa fácil substituir o malogrado Pedro Vidal, que conquistou 14 títulos de melhor comandante do Entrudo de Luanda, ainda assim, Francisco Pimentel garante todo o apoio a jovem promessa, cuja missão é dar continuidade ao trabalho desenvolvido pelo pai, durante 40 anos de Carnaval, um legado e uma obra sem igual que ficam para as próximas gerações.

O grupo, adiantou, mostrou-se bastante abalado com a morte de Pedro Vidal, a quem considerava “um líder incomparável”, em especial pela forma como ao longo dos anos o dirigiu. “A vida não pára e temos o dever de continuar e honrar o nome do ‘eterno comandante’, que vai certamente fazer parte da história do Carnaval de Luanda”.

Francisco Pimentel a acrescentou que Bernardo Vidal tem vindo a desenvolver um trabalho positivo e de notoriedade desde os “cassules” até o escalão principal. “Sempre mostrou vontade de dançar o Carnaval e seguir as pegadas do pai o que prova a passagem de testemunho e continuação do sonho de preservar a cultura nacional”, destacou.

A inesperada notícia da morte de Pedro Vidal, vítima de infecção pulmonar, deixou um vazio enorme na classe, por tudo que fez em prol do crescimento do Entrudo de Luanda.

O presidente do União 10 de Dezembro informou, ainda, que estão a preparar uma homenagem especial a Pedro Vidal para a próxima edição do Carnaval, como reconhecimento da enorme experiência acumulada ao longo de mais de quatro décadas em prol da cultura nacional.

Na próxima semana, disse, está previsto um encontro, na sede do grupo, apenas entre os membros da direcção. A ideia, explicou, é começar já a projectar a preparação dos ensaios para o Carnaval. “Estamos a trabalhar internamente para começarmos a idealizar aquilo que vai ser a nossa participação na ‘festa do povo’ o próximo ano”.

Como proposta, afirmou, a direcção vai sugerir a composição de um tema que faça alusão a vida e obra de Pedro Vidal, como forma de o homenagear. “Existem muitas ideias e vamos analisar todas as propostas, inclusive com o compositor do grupo. O comandante Vidal merece muito mais e todo o reconhecimento da sociedade civil”, acrescentou.

O legado do comandante Vidal, assegurou, vai ficar marcado, não apenas, pelos vários títulos individuais conquistados, mas, sobretudo, pelos subsídios deixados em prol do desenvolvimento do Carnaval.

Os ensaios, lamentou, vão estar condicionados para o mês de Setembro, devido a Covid-19, que continua a fazer vítimas mortais. Os dançarinos e líderes dos grupos, de adulto e de infantil, esperam ansiosamente ter condições para prepararem a próxima edição.

Lembrar que o grupo União 10 de Dezembro, do Distrito Urbano da Maianga, foi fundado em 1978. Sagrou-se vencedor da classe A, de adultos, do Carnaval de Luanda, pela última vez em 2006, com 641 pontos, num acto realizado ainda na antiga na Marginal. “Luanda minha terra minha mãe” foi o tema do grupo, que naquele ano encerrou o desfile competitivo da 28ª edição.

O tema, escrito por Luís Felipe e tocado e dançado nos estilos semba e algumas variações de rebita, abordava questões ligadas à saúde e higiene públicas da capital do país. Da galeria de prémios do grupo constam os primeiros lugares nas edições de 1991, 1999, 2002 e 2006.

Comentários(0)

Log in to comment