Homenagem a Maria João Ganga


janeiro 22, 2021

SEGUNDA EDIÇÃO DO FESK-KIANDA HOMENAGEIA MARIA JOÃO GANGA

Luanda – A segunda edição do Festival Internacional de Curta Metragens da Kianda (Fesk-Kianda), que arrancou nesta quinta-feira, em Luanda, homenageou a realizadora Maria João Ganga.

O certame, que tem o seu fim previsto para o dia 26 deste mês, inclui a exibição de 24 filmes.

Na ocasião, a realizadora do sucesso “Na cidade vazia” 2004, mostrou-se satisfeita com a homenagem e disse que a realização de festivais como estes significa que o cinema no país está vivo.   

Na sua óptica, apesar do momento pandémico que o mundo vive, a juventude angolana adere ao cinema e pretende continuar a dar vida a esta arte, embora ser um sector que arranca e pára e vice-versa, mas os fazedores estão sempre a trabalhar.

Por outro lado, faltam fundos para apoiar o sector, bem como políticas que visam galvanizar o cinema no país, estando o Executivo a fazer a sua parte e os fazedores devem apostar mais na formação académica e técnico-profissional.

O Fesc-Kianda é o primeiro festival internacional de cinema que premeia as curtas-metragens produzidas de Janeiro a Novembro de cada ano, realizado anualmente no âmbito das festividades da cidade de Luanda.

O evento visa ainda premiar o melhor filme do festival, melhor filme nacional, assim como os melhores realizadores, actor, actriz, roteiro original, documentário, trilha sonora, som, direcção artística, fotografia, maquilhagem, caracterização, figurino, edição, e efeitos visuais.

Maria João Ganga nasceu no Huambo, em 1964. Formou-se na École Supérieure d’Études Cinématographiques de Paris, na França. Trabalhou como assistente de realização em vários documentários, entre os quais o Rostov Luanda, de Abderrahmane Sissako.  Também escreveu e realizou peças teatrais.

Em 2004, realizou o filme Na Cidade Vazia, um drama sobre um grupo de crianças, em Luanda do pós-guerra. Foi a primeira longa-metragem angolana realizada por uma mulher. E valeu-lhe prémios em diversos festivais de cinema.

Actualmente, é proprietária e directora da Casa das Artes, localizada na via 5 da Talatona, em Luanda, um espaço de cultura aberto a quase todas as disciplinas das artes. Conta com um auditório e dispõe de um programa de formação com dança, pintura, teatro, capoeira, fotografia e outras actividades criativas.  

Fonte: ANGOP

Comentários(0)

Log in to comment