EUA ameaça retomar sanções via ONU


julho 31, 2020

O secretário de Estado Mike Pompeo deu sua indicação mais clara ontem de que os Estados Unidos tentarão impor sanções ao Irão via ONU se um embargo de armas contra esse país do Oriente Médio expirar.

O Secretário disse ao Comité de Relações Exteriores do Senado que os Estados Unidos apresentariam uma resolução para estender o embargo contra o Irão “no futuro próximo” e que “esperamos que seja recebido com a aprovação de outros membros do P5”, ou seja, os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança.

A Rússia e a China, dois dos cinco países com assento fixo no Conselho que detêm poder de veto, querem que o embargo da ONU à venda de armas convencionais ao Irão termine em 18 de outubro, conforme estabelecido em uma resolução de 2015.

“Se não for esse o caso, tomaremos as medidas necessárias para garantir que esse embargo de armas não expire”, assegurou Pompeo.

Os Estados Unidos haviam dito anteriormente que têm autoridade para “reverter” as sanções económicas da ONU que foram levantadas como parte de um acordo alcançado pelas principais potências com o Irão devido a restrições no programa nuclear de Teerão.

“Temos a capacidade de executar um ‘snapback’ e vamos usá-lo de uma maneira que proteja e defenda os Estados Unidos”, disse Pompeo.

Lembrar que a resolução de 2015 firmou um acordo de desnuclearização com o Irão negociado pelo ex-presidente Barack Obama, do qual o presidente Donald Trump se retirou em 2018.

Comentários(0)

Log in to comment