Eduardo Paim no “Live no Kubico”


agosto 26, 2020

O “Live no Kubico” vai apresentar no domingo, a partir das 14h30, os sucessos de Eduardo Paim, num concerto solidário, que terá transmissão na TPA 1 e nas redes sociais da Platinaline.

General Kambuengo, como também é tratado, terá a coreografia de bailarinas da primeira geração do grupo de dança Yaka.

Eduardo Paim é um artista com forte ligação com a Nova Energia, responsável pelo concerto comemorativo dos 40 anos de carreira do músico e presença no Show do Mês.

Importante figura da cena musical angolana nos anos 1980, Eduardo Paim emigrou para Portugal em 1998 para investir na careira musical. Referência obrigatória do kizomba, o artista esteve ligada ao movimento de produção de música infantil e está na base do sucesso artístico de nomes como Jacinto Tchipa, Paulo Flores, Maya Cool, Mito Gaspar, Simons Mancini e Nelo Paim.

Eduardo Paim é detentor de um rico repertório no qual pontificam temas como “Foi Aqui”, “Saudades”, “Nguenda”, “Chikitita”, “Nzambi Za”, “A Minha Vizinha”, “Ai se te agarro”, “Rosa Baila”, “Batida do Kayaya”, “Mbora Curtir Lisboa”, “Esse Múdiê” dentre outros. Na sua discografia constam os seguintes álbuns: “Luanda, Minha Banda”, “Do Kayaya” , “Kambuengo”, “Kanela”, “Ainda a Tempo” , “Mujimbos” e “Maruvo na Taça”.

Eduardo Paim nasceu a 14 de Abril de 1964, no Congo Brazzaville. Ainda criança, aprimora os dotes musicais, e começou a cantar em 1979, com o grupo “Os Puros”, que constituiu com Bruno Lara e Levi Marcelino, depois passaram a “S.O.S”. Antes teve uma curta passagem pelo Afra Sound Stars, como baixista, um outro projecto foi “Duo Kanawa”, com Simons Mancini.

Comentários(0)

Log in to comment