DJi Tafinha

723 vizualizações
Género Hip Hop, R&B/Soul
Facebook DjiTafinhaOficial
Twitter djitafinha

Dji Carvalho Júnior, popularmente conhecido como “Dji Tafinha”, nasceu em Angola na cidade de Lucapa na província da Lunda Norte. A jornada de Dji Tafinha no mundo da música começou aos 12 anos, quando se apaixonou pelo RAP. Depois de muitos anos de trabalho árduo e persistentência, conseguiu atingir finalmente a tão desejada popularidade em 2008, altura em que lançou a música “Ela só dá bandeira”.

É também reconhecidamente um dos melhores produtores de Angola, tendo já produzido inúmeras faixas musicais para diversos artistas conceituados do seu país, como Anselmo Ralph, Yola Semedo, Ary, Yola Araújo, Chelsy Shantel, Bruna Tatiana, Big Nelo, Zona 5 entre outros. Mais recentemente assumiu também o papel de mentor na versão angolana do mega sucesso internacional de TV, o “The Voice”.

Começou a produzir fora de Angola, mais concretamente na Namíbia, onde residiu durante 2 anos. Actualmente, o rapper e produtor vive na cidade de Luanda em Angola, onde já viu o seu trabalho ser reconhecido com diversos prémios e distinções. Multifacetado, o seu trabalho varia entre diversos géneros ou estilos musicais, desde o Rap ao RNB, passando pela Kizomba, Zouk e Rock Alternativo.

A Penúltima obra discografica de Dji Tafinha, “Duetos”, conta com a colaboração de diversos artistas Angolanos, tendo sido um dos trabalhados mais populares do artista. Os singles “Má vida” com a participação de NGA e “O Próprio Wi” com a participação de Anselmo Ralph foram recebidos de forma bastante positiva pelos fãs de Dji Tafinha e também dos artistas envolvidos e converteram-se em hits.

Em Fevereiro de 2016, o artista lançou o seu sétimo album, “INDEPENDENTE II”. Sempre batalhador e humilde, Dji Tafinha é também o CEO da “Galáxia” (GLX), uma das mais promissoras produtoras musicais de Angola.

Discografia

  • 2008: Preto no Branco
  • 2009: Hardcore 
  • 2010: Independente 
  • 2012: Mais Do Que Rap 
  • 2013: Ressaca do Amor 
  • 2014: Duetos 
  • 2016: Independente II

 

Comentários(0)

Log in to comment