Ary

687 vizualizações
Nome completo Ariovalda Eulália Gabriel
Género Zouk, Semba, Soul Music.
Site oficial divaary.com
Facebook divaary10
Twitter divaary_oficial

Ariovalda Eulália Gabriel, mais conhecida pelo nome artístico Ary, é uma cantora angolana nascida e criada em Lubango, na província da Huíla. É uma cantora conceituada, sendo varias vezes indicada a prémios.

Começou a cantar desde os seus 6 anos, imitando músicas de alguns cantores, tanto nacionais como internacionais e musica Gospel. No ano 2000 fez alguns trabalhos para a produtora Stony Will. Nessa mesma época, teve a sua primeira experiência em palco no concurso musical Estrelas ao Palco. No concurso, imitou a cantora norte-americana Lauryn Hill. Porém, o resultado foi uma frustração, mas apesar de não ter vencido o concurso, não desistiu do sonho e tudo mudou graças a um amigo, que fez questão de apresentar Ary ao produtor e cantor angolano Heavy C. Ary foi submetida a um teste e no final, a questão que Heavy C fez, foi: “Onde andavas esse tempo todo?” Ary teve, a certeza que estava em boas mãos e foi a partir desse momento que julgou ter chegado a altura de iniciar uma carreira profissional como cantora.

Lançou o seu primeiro álbum "Sem substituições" em dezembro de 2007. Foi um sucesso de vendas que se esgotaram logo na primeira fase. Nessa altura a música “Como Te Sentes Tu?”, do álbum, causou polémica. As mulheres adoram esta música, mas quem realmente escreveu a letra foi o músico angolano Anselmo Ralph. 

O segundo álbum da cantora “Crescida mas ao meu jeito” foi lançado no segundo semestre de 2013. Ary colocou este título ao álbum porque não só aumentou a idade, mas também cresceu profissionalmente, tem outra visão sobre a música e sobre a vida.

A sua última obra discográfica "10" foi lançado em 2016, e conta com os sucessos "jindungo", Papá fugiu" entre outros.

Ary é conhecida pelo seu estilo único e performance no palco, e considerada uma das três vozes femininas mais admiradas (a par de Yola Araújo e Yola Semedo).

 

Discografia

  • 2007: Sem Substituições
  • 2013: Crescida Mas Ao Meu Jeito
  • 2016: 10

Comentários(0)

Log in to comment